Manguezal – Caranguejos

Chama-Maré (Uca rapax)
Durante as marés baixas pode-se avistar,
na beira do mangue, centenas de pequeninos
caranguejos que levantam e rodam suas puãs de
forma sincronizada. São os chama-marés que, segundo
os pesquisadores, ficam chamando a maré até que ela
suba e inunde suas tocas.

Caranguejo Uçá (Ucides cordatus)
O caranguejo uçá vive na lama de mangue,
no fundo de buracos redondos com
profundidade em torno de sessenta centímetros
a um metro e meio. Alimenta-se principalmente
de folhas de mangue que recolhe durante a
maré baixa e armazena em sua toca. Na fotografia
deste cartão pode-se observar uma fêmea de
caranguejo “desovando”, ou seja, colocando
suas larvas na água.


ARATU Goniopsis cruentata

O aratu é o mais ágil dos caranguejos, quando se sente ameaçado pode subir no tronco das árvores. Ele não cava buracos, durante as marés baixas anda na lama do manguezal à procura de alimento. Quando a maré sobe, ele se esconde nos ocos das árvores ou nos buracos de outros caranguejos. Apesar de ser pequeno, sua carne é muito apreciada e há quem garanta que “não existe moqueca de caranguejo melhor.

Série: Manguezal – Caranguejos
Foto: André Alves / USI-Usina de Imagens
Arte final: Maria Capai / USI-Usina de Imagens
Texto: André Alves e Lisa Akahori

Deixe uma resposta